barra8.jpg

Sala de Imprensa

Cuidado com as palavras

Em qualquer ambiente, um porta-voz bem preparado pode fazer toda a diferença na boa comunicação

A comunicação profissional possui normas claras que precisam ser seguidas para que não haja prejuízo na reputação de um comunicador. Respeitar as regras sociais, culturais e ambientais é fundamental. É preciso cuidado com palavras impróprias em ambientes profissionais, entrevistas e palestras. Essa é uma regra ambiental e social.

 

Um caso claro foi a fala do senador Romero Jucá. No mês de fevereiro ele deu uma declaração infeliz e inapropriada ao jornal O Estado de S. Paulo. ao se referir à proposta que apoia sobre o foro privilegiado. "Se acabar o foro, é pra todo mundo. Suruba é suruba. Aí é todo mundo na suruba. Não é suruba selecionada.

 

Ao justificar sua fala, deixou claro que cometeu outro grave erro. Como um porta-voz. não se preparou oficialmente para emitir opinião para a imprensa. Foi uma conversa de corredor. Ele entendeu como não oficial, mas o jornalista estava a trabalho conversando com ele.

 

A linguagem escolhida foi inadequada para o cargo que ele ocupa e para a situação que defende.

 

A metáfora no discurso deve ser inspiradora e facilitadora, e não com prometer ainda mais a mensagem, a imagem do falante e de seu grupo. No caso, foi uma metáfora irrelevante. Seu propósito era defender um posicionamento sobre o foro privilegiado, e as manchetes dos jornais se referiram ao uso de palavras inapropriadas a um porta-voz. Também denegriu a imagem de um grupo.

 

Presenciamos diariamente situações como essa em porta-vozes sem o devido preparo, que falam impulsivamente e depois precisam se retratar. Muitas vezes, a retratação não resolve o problema e pode agravar ainda mais a situação.

 

Para que o porta-voz desenvolva melhor a percepção da sua comunicação ele precisa treinar constantemente. Ser mais consciente de suas características de fala ajuda a amplificar os pontos positivos de sua cominicação e a minimizar os pontos negativos. É um investimento pessoal.

 

Vanessa Pedrosa, PhD
Fononudióloga e coach em Comunicação

barra.png

Siga a Fonoevidence nas redes sociais:

Comunicação para a vida

Avaliações: (11) 98135-1865

ou contato@fonoevidence.com.br